Para Que Serve Fluoxetina? Emagrece? Nutricionista Responde

 Você sabe para que serve Fluoxetina? Emagrece? Funciona? Não tome esse medicamento antes de ler o artigo!

Visto como um medicamento que pode ajudar a emagrecer, a fluoxetina é um medicamento que apresenta várias indicações de uso e uma das suas principais indicações é para tratar a depressão. Também pode promover o emagrecimento, porém, de forma indireta e não como um efeito principal.

Por isso, você saberá neste artigo para que a fluoxetina serve, se esse medicamento realmente estimula o emagrecimento e quais os efeitos colaterais que pode causar ao organismo e à saúde.

Índice do conteúdo sobre Fluoxetina:

O que é Fluoxetina
O que é Fluoxetina

O que é fluoxetina?

Fluoxetina é um medicamento cuja base é o cloridrato de fluoxetina. É um antidepressivo que atua na no sistema nervoso  aumentando os níveis de serotonina no cérebro.

A serotonina é um neurotransmissor que melhora o humor e a sensação de bem estar e prazer, reduzindo a depressão, ansiedade e outros transtornos, pois alivia os sintomas desses transtornos.

A fluoxetina é um medicamento oral que pode ser encontrado tanto em cápsulas quanto na forma de solução oral e só pode ser utilizado através de prescrição médica.

Comercialmente, pode ser encontrado por outros nomes como:

  • Prozac
  • Fluxene
  • Verotina
  • Eufor 20
  • Fludac
  • Daforin

Para que serve fluoxetina?

A fluoxetina pode ser indicada para o tratamento dos seguintes transtornos:

  • Depressão
  • Transtorno obsessivo compulsivo (TOC)
  • Ansiedade
  • Bipolaridade
  • Síndrome do pânico
  • Bulimia nervosa
  • Tensão pré-menstrual (TPM)
  • Irritabilidade

A fluoxetina é um medicamento tido principalmente como antidepressivo, mas pode ser indicado para os outros distúrbios citados.

A fluoxetina emagrece?

fluoxetina-emagrece-mesmo
fluoxetina-emagrece-mesmo

A fluoxetina não é um medicamento prescrito para o tratamento de perda de peso, pois não atua no centro de controle da fome. Esse medicamento realmente provoca o emagrecimento, porém, de forma indireta, já que este não é o seu principal objetivo e sim tratar transtornos como já vimos. O emagrecimento ocorre porque este é um efeito colateral da fluoxetina que é efeito muito comum relatado pelos usuários desse medicamento.

A perda de peso através da fluoxetina ocorre porque esse medicamento atua no controle dos sintomas da ansiedade e, como vimos, a ansiedade é um dos transtornos tratados como o uso da fluoxetina.

Sabemos que a ansiedade é um distúrbio que pode provocar o aumento de peso porque pode causar o apetite de forma compulsiva. Quando há o controle desse distúrbio através do uso da fluoxetina, pode acabar levando a um controle do consumo alimentar. Isso ocorre porque a fluoxetina atua aumentando os níveis do neurotransmissor serotonina, como vimos, melhorando o humor e a sensação de prazer e bem estar. Quando os níveis de serotonina estão baixos no organismo, alguns sintomas podem surgir como mal estar, mau humor, irritação, cansaço, além da vontade de comer muito o que, inevitavelmente, acaba provocando o ganho de peso. Por isso, com o controle da ansiedade, o peso também passa a ficar mais controlado.

Outra forma da fluoxetina contribuir para o emagrecimento é porque outro efeito colateral desse medicamento, que é a alteração do paladar, também leva a perda de apetite diminuindo a ingestão alimentar e isso, consequentemente, leva a uma perda de peso.

Essa perda de peso através da fluoxetina, por mais que possa ocorrer, não é considerada uma perda de peso saudável como ocorre através da alimentação, ao contrário, ela pode até ser perigosa para a saúde, assim como todo emagrecimento ocasionado através de medicamentos ou outros meios radicais.

Apesar de comprovadamente em muitos casos a fluoxetina promover a perda de peso, como efeito colateral, é claro, esse medicamento também pode exercer o feito contrário, ou seja, em vez de emagrecer pode causar o aumento de peso. Isso pode ocorrer porque a fluoxetina atua no sistema nervoso central, o que pode causar também o aumento do apetite. Por isso, engana-se quem pensa que esse medicamento pode somente emagrecer.

bannerPortal

A fluoxetina funciona?

A fluoxetina, para seu objetivo principal que é tratar transtornos como a depressão, como vimos, pode funcionar, pois existem estudos e pesquisas já realizadas de comprovação para a finalidade a qual esse medicamento se destina.

Porém, para o emagrecimento, mesmo que funcione, este é apenas um dos efeitos colaterais que podem surgir com o uso desse medicamento, ou seja, em algumas pessoas pode ser que não haja a perda de peso comprovando, então, a ineficácia desse medicamento como um emagrecedor, já que pode não causar a perda de peso em cem por cento dos casos.

Em outros casos, visando o emagrecimento, a fluoxetina não funciona, pois, como vimos, ela pode exercer o efeito contrário, ou seja, pode causar o ganho de peso.

Por isso, esse medicamento não é recomendado para o emagrecimento, não somente pelo fato de o emagrecimento ser apenas um efeito colateral ou simplesmente não ocorrer, mas porque a perda de peso através de medicamentos não é algo recomendado pelos profissionais da saúde. Isso porque o uso dos medicamentos emagrecedores pode causar prejuízos para a saúde através dos efeitos colaterais que se sobrepõem aos supostos benefícios, se tornando, portanto, algo desvantajoso.

Efeitos colaterais

Vários são os efeitos colaterais causados pelo uso da fluoxetina relatados pelos usuários desse medicamento. Esses efeitos podem variar de pessoa para pessoa levando em consideração o de intensidade e tempo de uso do medicamento. Portanto, alguns desses efeitos colaterais são:

Efeitos Colaterais - Fluoxetina
Efeitos Colaterais – Fluoxetina
  • Alteração do paladar
  • Boca seca
  • Perda ou aumento do apetite
  • Perda de peso
  • Enjoos
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Sonolência extrema
  • Cansaço
  • Tremores
  • Irritabilidade
  • Confusão mental e falta de atenção
  • Vertigem
  • Visão turva
  • Perda da força muscular
  • Dores musculares
  • Dor de cabeça
  • Palpitações
  • Tremores
  • Insônia
  • Desconforto gastrointestinal
  • Dores no estômago
  • Nervosismo
  • Suor frio
  • Coceira e urticária
  • Queda de cabelo
  • Alteração da pressão arterial
  • Sangramento ginecológico
  • Diminuição do desejo sexual
  • Micções frequentes

O que se relata é que esses efeitos colaterais são mais intensos no início do tratamento com o uso da fluoxetina e vão diminuindo ou desaparecendo com o passar do tempo, mas isso é algo que pode variar de pessoa para pessoa.

Recomendações

Nunca tome a fluoxetina ou nenhum outro medicamento por conta própria. Isso pode ser totalmente prejudicial para a sua saúde, até porque todo medicamento apresenta contraindicações de uso e somente um profissional da saúde como o médico pode prescrever o uso de medicamentos.

fluoxetina recomendações
fluoxetina recomendações

Não recomendamos o uso de medicamentos para emagrecer e sim uma mudança nos hábitos de vida, incluindo os hábitos alimentares e a prática de atividade física para que você possa emagrecer de forma saudável e duradoura. Além disso, recomendamos o abandono do fumo e do álcool para que ajude não só na questão do peso, mas também promova saúde e qualidade de vida.

O ideal é que você procure um nutricionista para que este profissional possa fazer um acompanhamento nutricional adequado de acordo com as suas necessidades e também um educador físico para que este profissional possa dar todas as orientações necessárias sobre a atividade física.

Como emagrecer de forma saudável?

Muitas pessoas procuram medicamentos e outras formas rápidas ou fáceis para emagrecer porque acham que a dieta e a atividade física são processos demorados.

Porém, realizar uma alimentação adequada aliada à prática de atividade física regular é a forma mais saudável e até rápida de emagrecer, ao contrário dos medicamentos e outros métodos que podem causar prejuízos à saúde e ainda facilitar o retorno do peso, situação conhecida como efeito sanfona.

bannerPortal

A alimentação adequada junto com a realização de atividade física regular proporciona não só a perda de peso de forma saudável, mas também a melhora ou manutenção da saúde garantindo mais qualidade de vida e prevenção do aparecimento de doenças, além de proporcionar longevidade.

Por isso, para emagrecer de forma saudável você deve, num primeiro momento, melhorar a alimentação de forma que ela fique a mais saudável possível. Para isso, você deve incluir todos os grupos alimentares para que seu corpo possa receber todos os nutrientes dos quais necessita para manter o seu bom funcionamento.

Os grupos alimentares para compor a alimentação saudável são: carboidratos, leguminosas que inclui principalmente o feijão, frutas, verduras e legumes, leite e derivados, carnes, ovos e as gorduras saudáveis.

Sempre opte pelas versões mais saudáveis dos grupos alimentares. Por exemplo, ao escolher carnes, prefira as carnes vermelhas com pouca gordura aparente e as carnes brancas; ao consumir por frutas, verduras e legumes, prefira as orgânicas; prefira ovos caipiras.

Além da alimentação saudável, tenha o hábito de praticar atividade física regular. Para o emagrecimento, as atividades mais recomendadas são as aeróbicas que trabalham todo o corpo e estimulam maior perda calórica. Algumas dessas atividades são: caminhada, corrida, natação, ciclismo, dança, lutas, pular corda, entre outras. Para começar, você pode realizar as atividades durante 30 minutos em, pelo menos, 3 dias na semana e ir aumentando gradativamente esse tempo.

Como já indicamos, reforçamos que você procure orientação de um nutricionista para cuidar da alimentação e de um educador físico para cuidar da atividade física, assim, você pode ter um acompanhamento personalizado que poderá te ajudar a emagrecer de forma adequada e até mais rápida.

Recomendamos, ainda, que você evite realizar as famosas dietas da moda. Essas dietas podem até ajudar o corpo a emagrecer de forma rápida, porém, essa perda de peso, na grande maioria dos casos, não consegue ser mantida por falta de um trabalho de reeducação alimentar durante a realização da dieta. Isso inevitavelmente acaba levando ao efeito sanfona.

Além disso, essas dietas da moda geralmente são dietas muito restritivas, pois oferecem ao organismo baixo teor de calorias e de nutrientes, o que pode ser totalmente prejudicial para o funcionamento do organismo e, consequentemente, para a saúde.

Por isso, sempre opte pela realização do emagrecimento de forma saudável. Assim, você garantirá não só a perda de peso, mas também a sua saúde.

Resumo

Como observamos, a fluoxetina é um medicamento indicado para tratar alguns transtornos e o principal deles é a depressão. É um medicamento que funciona para a finalidade principal a qual se destina, porém, como exerce outros efeitos como é o caso da perda de peso, acaba sendo usado como um medicamento emagrecedor.

Como vimos, esse medicamento promove o emagrecimento de forma indireta já que a perda de peso é um dos efeitos colaterais que surge em muitos usuários da fluoxetina. Essa perda de peso pode ocorrer por causa da redução dos sintomas da ansiedade pelo aumento do neurotransmissor serotonina, o que aumenta o bem estar e mantém o apetite mais controlado. Além disso, a fluoxetina causa alteração do paladar que também ajuda a diminuir a vontade de comer causando, então, a perda de peso.

Porém, o emagrecimento não pode ser considerado como finalidade do uso da fluoxetina, visto que é apenas um efeito colateral que pode ou não ocorrer, inclusive pode acontecer o efeito contrário, ou seja, o aumento de peso.

Nenhum emagrecimento através do uso de medicamento, seja de forma direta ou através de efeitos colaterais, pode ser considerado saudável. Isso porque esses medicamentos podem causar uma série de prejuízos ao organismo fazendo com que o emagrecimento não ocorra de forma saudável.

Além disso, emagrecimentos causados com o uso de medicamentos não são duradouros, ou seja, com o término do uso do medicamento para emagrecer o que pode surgir é o efeito sanfona que é a perda de peso seguido do ganho de peso novamente. Isso ocorre porque não há uma mudança dos hábitos alimentares para que haja mudança do peso para que fique dentro do peso ideal e possa ser mantido.

Portanto, o emagrecimento saudável e duradouro deve ser feito não através de medicamentos como a fluoxetina, mas através de hábitos alimentares saudáveis aliados à prática de atividade física regular com orientação de profissionais como o nutricionista e o educador físico, respectivamente. Isso é o que vai garantir um emagrecimento de verdade, além de saúde e qualidade de vida.

Nutricionista Samara da Silva.

Posts relacionados:

bannerPortal

Gostou do conteúdo? Agora, na sua opinião, a Fluoxetina emagrece mesmo? Vale a pena tomar? Deixe um comentário sobre o que você achou desse artigo.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *