Descubra Agora 8 Benefícios do Jejum Intermitente, Como Fazer, Cardápio e Mais

Confira agora 8 benefícios do jejum intermitente, como fazer, os alimentos permitidos, cardápio e muito mais nesse guia completo sobre o assunto.

jejum intermitente, como fazer

Você sabe o que é jejum intermitente, como fazer? Você acha que fazer jejum é prejudicial a saúde? E para emagrecer? Saia do padrão errôneo de comer a cada 3 horas e veja o ponteiro da balança despencando semana após semana de forma saudável.

Parece ser uma maluquice não é, porém, ao contrário do que todos pensam, mas a pratica de ficar intervalos sem se alimentar é uma das formas mais eficazes de desintoxicar o organismo e aumentar a sua imunidade, além de proporcionar a perda de peso e medidas. Acompanhe este artigo simples e explicativo sobre como fazer jejum intermitente e saiba como tirar o melhor proveito dos mecanismos de ação do seu próprio corpo e como emagrecer com eles.

Neste post, você aprenderá:

Conteúdo semelhante para quem quer emagrecer:

Antes de te explicar os benefícios do jejum intermitente, como fazer, a origem e o cardápio, eu quero deixar bem claro que todo conteúdo aqui é para fins de auxilio na melhoria da saúde humana e nunca substitui a prescrição médica ou profissional da saúde. Qualquer pessoa que possua diabetes, passou por cirurgia bariátrica, toma medicamentos, está abaixo do peso, tem algum transtorno alimentar ou possui algum agravamento de saúde deve obrigatoriamente seguir com acompanhamento médico, não só para a prática do jejum intermitente, mas para qualquer alteração no seu estilo de vida, seja na alimentação, na prática de atividades físicas ou qualquer fator sobre a saúde do indivíduo. Segundo Juliana Dantas, nutricionista do departamento de check-up do HCor (Hospital do Coração) essa pratica não é recomendado para diabéticos, crianças, adolescentes, idosos, gestantes, mulheres que estão amamentando ou que estão tentando engravidar.

JEJUM INTERMITENTE, COMO FAZER?

o que é jejum intermitente, como fazer

Jejum intermitente nada mais é do que uma forma de se alimentar que alterna períodos de jejum com períodos de alimentação. Apesar de que o que você ingere interferirá na forma que o seu corpo trabalha, o foco desses intervalos é: quando você come e não apenas o que você come, ou seja, não é uma dieta e sim um estilo de alimentação.

Existem algumas variações do jejum intermitente, como fazer, o que comer, tendo alguns que consistem em passar um dia comendo normal e outro jejuando, ou seja, comendo dia sim dia não, onde os mais comuns são os de passar 12, 14 e 16 horas sem comer e comer nas horas restantes (não pense que você passará todas as horas restantes comendo, mas sim nos horários normais das suas refeições, rsrs  )

Acompanhe comigo, sempre que você está dormindo durante a madrugada você já fica um intervalo mínimo de 8 horas sem comer e, para atingir o nível mais básico de 12 horas você precisaria esperar apenas mais 4 horas para comer. Assim você sabe sabe de forma simples como fazer o intervalo de alimentação de forma básica, menos agressiva e sem incômodos.

Mais a frente eu deixarei mais claro pra você, então continue aqui comigo que você já vai entender como isso funciona.

ORIGEM DO JEJUM INTERMITENTE

Pense um pouco sobre a história dos humanos aqui na terra. Durante as fases ancestrais de vida, o ser humano não possuía disponibilidade de alimento, chegando a passar grandes períodos com pouco ou nenhum alimento disponível, assim, o seu corpo foi adaptado para passar dias ou até semanas sem se alimentar, onde nossos corpos evoluíram para passa largos períodos dessa forma, sem se alimentar. Então essa prática de jejuar não era uma opção, e sim a rotina de vida dos seres humanos durante milhões de anos.

Agora pense um pouco sobre o desenvolvimento do ser humano como, ser pensante. Desde a época de Jesus Cristo já havia cresças e seguimentos religiosos que praticavam o jejum, sendo assim até hoje, como no budismo, islamismo e até mesmo no cristianismo. Essas práticas religiosas visam a purificação do ser, não apenas espiritualmente, mas também a carne (corpo) do indivíduo seguidor. Isso faz sentido pra você agora? Bastante não é mesmo. De maneira simples, jejum intermitente é o nome dado atualmente para uma prática milenar já aplicada a milhares de anos por humanos de todo o mundo.

JEJUM INTERMITENTE PASSO A PASSO

Antes de conhecer os tipos de jejum intermitente e como fazer, é importante entender que durante esse processo, várias reações químicas se desencadeiam em nosso organismo, onde o acontecimento “mais importante” é a alteração hormonal que ocorre em todo o nosso corpo, quando os nossos órgãos mudam as concentrações de hormônios produzidos para que a gordura armazenada esteja disponível e de fácil acesso para as células utilizarem como fonte de energia.

Nesse processo de ficar intervalos sem comer existe alguns hormônios que são mais influenciados e algumas alterações no nosso corpo, veja o passo a passo de como isso acontece:

  1. INSULINA

A insulina é um dos principais hormônios envolvidos no metabolismo da gordura, sinalizando o corpo para armazenar e parar de quebrar gordura para ser usada como energia.

E o jejum melhora a percepção da insulina pelo organismo de maneira bem significativa e os níveis de insulina na corrente sanguínea caem drasticamente, fazendo com que o corpo tenha como resposta, permitir que a gordura armazenada fique disponível para ser utilizada, com acesso mais rápido e mais fácil. Diminuindo conseqüentemente então a resistência ou insensibilidade a insulina, que é um dos fatores que podem levar a uma pré-diabetes ou até mesmo o diabetes.

  1. HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (GH)

Os níveis do hormônio de crescimento (GH) crescem de maneira radical, podendo atingir um nível 5 vezes maior do que o normal, vinculando benefícios com o ganho de massa magra (músculo) e aumentando gasto calórico.

  1. ALGUNS REPAROS CELULARES

O seu organismo em jejum inicia alguns processos de reparação celular para fazer uma limpeza tanto das células quanto do meio onde elas ficam. O principal processo que ocorre é o de autofagia, onde as células digerem e removem algumas substancias velhas, principalmente proteínas, disfuncionais que há nesse meio, que podem gerar algumas doenças, como o câncer e o Alzheimer por exemplo.

Ou seja, essa autofagia é um processo que ocorre para limpar as células, fazendo com a reconstituição celular seja mais eficaz, diminuindo então a incidência de células ruins, que podem levar a algumas doenças.

Eu gravei um vídeo explicando o passo a passo do jejum intermitente, como fazer e algumas dicas.

 Jejum Intermitente – Como fazer?

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DO JEJUM INTERMITENTE

benefícios jejum intermitente, como fazer

  1. REDUZ A INSENSIBILIDADE A INSULINA

Como vimos no passo a passo anterior, um dos benefícios do jejum intermitente, é ajudar a reduzir a resistência a insulina. Ao abaixar os níveis de glicose no sangue, o seu corpo abaixa aquela quantidade gigantesca de insulina que normalmente era produzida para retirar todo o açúcar que era fornecido através das refeições, fazendo com que o seu organismo, aos poucos, vá percebendo que não é necessário mais tanta insulina no sangue, pois você já não está mais fornecendo energia a todo instante para o seu corpo. De acordo com pesquisas recentes essa pratica, pode diminuir a produção de insulina em cerca de 28%, o que é suficiente para manter controlado até mesmo os diabéticos do tipo 2, onde muitas vezes o indivíduo, depois de algum tempo praticando o jejum consciente e correto, consegue eliminar da sua vida a ingestão de remédios e até mesmo de insulina suplementar.

  1. AJUDA NO EMAGRECIMENTO

Já visto anteriormente, saber como fazerjejum intermitente pode aumentar muito o gasto calórico de gorduras localizadas, devido a produção hormonal ser “renovada”, fazendo com que a gordura dos adipócitos (células de gordura) estejam disponíveis e de fácil acesso para o nosso organismo utilizar como fonte de energia.

  1. PREVENÇÃO DE CÂNCER

A prática do jejum intermitente tem mostrado através de estudos recentes, que esta pode diminuir em grande proporção o risco de câncer, devido ao processo de autofagia que ocorre, que já foi explicado anteriormente. Basicamente a autofagia faz uma renovação das células, fazendo que as células velhas e com resíduos ruins sejam retiradas e utilizadas apenas como fonte de carbono para a produção de novas células, evitando que células possivelmente cancerígenas se multiplique e se propague. De maneira grosseira, é como se as células se “comecem” para gerar novas células com mais qualidade e resistência doenças.

  1. AJUDA CONTRA INFLAMAÇÕES

Estudos mostram a redução dos marcadores de inflamação, onde estes marcadores estão relacionados a doenças cardiovasculares e doenças crônicas, sendo que quando você diminui esses marcadores se consegue diminuir a incidência dessas doenças.

jejum intermitente como fazer para acelerar metabolismo

  1. “COMBATE” O ENVELHECIMENTO

Alguns estudos recentes constaram que praticar esses intervalos de alimentação reduziu o envelhecimento das células de ratos, levando ao aumento da longevidade. Esses estudos desenvolvidos mostraram que os ratos que jejuavam viviam de 36 a 83% mais que os que não praticavam o jejum, onde tal pesquisa foi relatada pelo site emagrecendo.info, onde se diz que tais estudos foram confirmados apenas em experimentos em ratos, ou seja, não se tem uma confirmação científica exata para os humanos.

  1. AUMENTA A SAÚDE DO CORAÇÃO

Todos os mencionados acima são fatores que trabalham com o coração, onde reduzir o colesterol ruim (LDL) e os triglicérides, os marcadores de inflamação, insensibilidade a insulina e inflamações são indicadores de saúde para o coração, sem contar que o jejum favorece a manutenção do colesterol bom (HDL), favorecendo a saúde vascular por completo.

  1. AUMENTA A SAÚDE DO CÉREBRO

A prática de jejuar leva a um aumento dos hormônios que moldam a saúde do cérebro e sistema nervoso, como o BDNF e o NGF, ajudando a criar novas células nervosas, melhorando a saúde do cérebro, diminuindo o risco de doenças mentais como Alzheimer por exemplo.

  1. MANTEM O METABOLISMO ESTÁVEL

Devido a estabilização da produção hormonal, a prática de jejuar faz com que o seu metabolismo se mantenha mais estável e sofra menos alterações com variações na alimentação ou no estilo de vida.

OS TIPOS DE JEJUM INTERMITENTE, COMO FAZER?

tipos de jejum intermitente, como fazer

Existem algumas variações e tipos de jejuns intermitentes, onde os mais conhecidos e praticados são os praticados todos os dias, dia sim e dia não, de 3 em 3 dias e o de uma vez por semana. Existem alterações específicas no jejum para se alinhar ao metabolismo e ao organismo de cada pessoa. Lembrando que é sempre importante buscar o auxilio e /ou orientação de um profissional da saúde antes de qualquer prática relacionada a alimentação e saúde.

DURANTE O JEJUM INTERMITENTE, COMO FAZER?

Durante o período de jejum intermitente é recomendado a ingestão apenas de água, chás e cafés de maneira moderada sem adição de açúcar ou adoçantes, devem ser puros. Isso porque o seu organismo está poupando a energia que seria utilizada para a digestão e degradação dos alimentos para fazer a purificação e desintoxicação do organismo e, obter todos benefícios que aqui foram listados. Caso o jejum seja interrompido, é possível que você não obtenha nenhum resultado e o seu organismo irá perceber a ingestão de alimento e interromperia a ação da autofagia entre outras reações benéficas que o jejum proporciona ao nosso organismo, fazendo com que você sinta muita fome assim que ingerir alguma coisa de maneira errada durante o período que seria de jejum.

JEJUM INTERMITENTE, COMO FAZER O CARDÁPIO

O recomendado para quebrar o jejum são gorduras benéficas e proteínas de alto valor biológico, ou seja, alimentos que possuem degradação (digestão) mais lenta e que fornecem energia de boa qualidade por mais tempo. Evite quebrar o jejum com carboidratos, pois eles iram ser digeridos de forma muito rápida e você irá comer uma quantidade muito grande para suprir a sua fome.

Lembrando que o organismo foi feito para comer quando sentir fome, caso você comece a praticar o jejum intermitente para obter seus benefícios, você precisa sentir e ouvir o que o seu corpo está falando pra você, caso se sinta mal ou não esteja a vontade, pare e coma, o seu corpo pode demorar a se acostumar com intervalos grandes para obtenção de energia.

Para quem tem um estomago e um fígado resistente, pode quebrar o jejum com proteínas e gorduras boas: Carne e peixe para quem não sente enjoo nem mal estar.

Já uma alimentação mais leve pra quem não se sente tão bem, tão a vontade de ficar sem comer, como por exemplo: saladas com azeite, óleo de coco, castanhas e etc.

Eu gravei um vídeo explicando o jejum intermitente, como fazer o cardápio?

 Jejum Intermitente – Cardápio – Como fazer?

OS BENEFÍCIOS DO JEJUM INTERMITENTE NÃO É PARA TODO MUNDO!

Os benefícios de saber como fazerjejum intermitente têm se mostrado excelentes aliados da construção de um corpo saudável e do emagrecimento, porém como já citado no começo do artigo, ele não é recomendado para algumas pessoas.

Para as mulheres o jejum não tem mostrado resultados tão positivos quanto para os homens, com isso, para as mulheres é recomendado intervalos mais ameno, sempre com orientação médica.

Relembrando que essa prática não é recomendada sem antes consultar o seu médico, para diabéticos, bariátricos, pessoas que tomam medicamentos, têm ou tiveram algum transtorno alimentar, possui agravamentos de saúde, estão abaixo do peso, pré-diabéticos ou que tenham um descontrole do açúcar no organismo.

ORIENTAÇÕES FINAIS SOBRE JEJUM INTERMITENTE, COMO FAZER

Gostaria de deixar claro que este artigo não tem como propósito instigar ou recomendar a prática de ficar sem comer para ninguém, mas apenas orientar e dar um fundamento básico para aqueles que querem saber sobre os benefícios do jejum intermitente e como fazer. O bom senso, aliado da orientação profissional correta devem ser sempre levados em consideração antes de qualquer prática relacionada a saúde. Procure ter um senso crítico sobre qualquer informação que chegue a você. Espero ter te ajudo através deste texto.

Se você gostou desse artigo, deixe seu comentário logo abaixo para eu saber a sua opinião sobre o tema e também compartilhe com as pessoas que você acredita que podem gostar desse conteúdo e também se você quiser saber outros meios para emagrecer de forma saudável, eu recomendo fortemente que você veja o método que desenvolvi e já ajudou mais de 17 mil mulheres em todo o Brasil, clique aqui e conheça a Dieta da Fibra.

Um grande abraço, Gustavo Silva.

jejum intermitente como fazer para acelerar o metabolismo

Fontes:

Para quem não é recomendado o jejum intermitente – https://estilo.uol.com.br/vida-saudavel/listas/5-mitos-e-verdades-sobre-a-dieta-do-jejum-intermitente.htm

Canal no youtube – https://www.youtube.com/channel/UCxAHKYJfb6CubVLRkXRrwoA