Como Acabar Com a Ansiedade – TOP 7 Dicas Testadas

Você é ansioso(a)? Psicóloga ensina como acabar com a ansiedade naturalmente seguindo 7 dicas simples e testadas.

Olá, no artigo de hoje vamos falar sobre como acabar com a ansiedade. Você sabia que a ansiedade é o transtorno que mais afeta as pessoas? E que existem alguns sintomas que devemos ficar em alerta? E que ela tem uma relação muito forte com a comida? É possível acabar com a ansiedade através de atividades simples do nosso dia a dia.

Neste artigo vamos apresentar os seguintes tópicos:

O QUE É ANSIEDADE?

Vou começar esse tópico com a seguinte frase:

Não há nada que desgaste mais o corpo do que a preocupação.” Mahatma Gandhi.

Como Acabar Com a Ansiedade Naturalmente
Como Acabar Com a Ansiedade Naturalmente

Bom, acredito que essa frase tem tudo a vê com o nosso tema de hoje. Poucas pessoas sabem que a ansiedade é uma reação normal do corpo humano diante de situações que podem provocar medo, dúvida ou expectativa. É comum a ansiedade anteceder a uma entrevista de emprego, o nascimento de um filho, uma viagem… ela acontece com a função de dar um sinal para o corpo para ele se preparar para o desafio.

O transtorno de ansiedade generalizada (TAG), é um distúrbio caracterizado pela “preocupação excessiva ou expectativa apreensiva” persistente e de difícil controle, que perdura por seis meses no mínimo e vem acompanhado por três ou mais dos seguintes sintomas: inquietação, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração, tensão muscular e perturbação do sono.

A pessoa com TAG dificilmente consegue relaxar, e a marca central é a apreensão ansiosa, ou seja, um estado de humor orientando para o futuro e a pessoa tem que se preparar para enfrentar acontecimentos negativos.

Vale ressaltar que o transtorno de ansiedade generalizada causa muito sofrimento e interfere na qualidade de vida da pessoa, no desempenho familiar, social, escolar e profissional e pode acontecer em qualquer idade da vida.

QUAIS OS SINTOMAS DA ANSIEDADE?

Os sintomas do transtorno de ansiedade generalizada podem variar de uma pessoa para outra. Além dos sintomas já citados:

  • Inquietação
  • Fadiga
  • Irritabilidade
  • Dificuldade de concentração
  • Tensão muscular

Podem ocorrer também sintomas, como:

  • Palpitações
  • Falta de ar
  • Taquicardia
  • Aumento da pressão arterial
  • Sudorese excessiva
  • Dor de cabeça
  • Alteração nos hábitos intestinais
  • Náuseas
  • Aperto no peito
  • Dores musculares

Com relação a cognição, pessoas com TAG (transtorno de ansiedade generalizada) tem pensamentos do tipo “ o mundo é um lugar perigoso e não vou ser capaz de enfrentá-lo; assim tenho que antecipar possíveis ameaças.” E também o pensamento “ e se…” O futuro É visto como algo negativo.

Pessoas com TAG analisam todas as eventualidades de uma situação futura, ou seja, isso é uma tentativa de reduzir a incerteza imaginando todas as possíveis conseqüências para uma determinada situação. E elas também apresentam dificuldades na resolução de problemas, pois não usam a capacidade para solucionar problemas hipotéticos que criam na própria cabeça.

O TAG é crônico e pode durar por muitos anos, ele acarreta na queda da qualidade de vida da pessoa, desempenho social, familiar e ocupacional são prejudicados. E algumas pessoas se sentem desmoralizadas, podendo mesmo ficarem deprimidas pela presença de sintomas incapacitantes sem problemas físicos que os justifiquem.

Como vimos nesse tópico o transtorno de ansiedade generalizada pode causar sintomas físicos, psicológicos e cognitivos.

bannerPortal

QUAIS OS RISCOS DE SER ANSIOSO?

Como vimos anteriormente a ansiedade é um excesso de preocupação com o futuro, devemos ficar alerta quando os sintomas de ansiedade se tornam crônicos e persistem por um tempo, se durar mais de duas semanas e começar a atrapalhar as atividades do dia a dia é necessário procurar ajuda médica.

Pois esse sentimento elevado é também um fator de risco para doenças como:

  • Gastrite
  • Alergias
  • Doenças do coração, como os infartos

Vale ressaltar que os sintomas provocados pelo estresse e a ansiedade aumentam a pressão arterial podendo causar o infarto. O risco mais comum da ansiedade são as doenças do coração, segundo os médicos cardiologistas eles estão recebendo com maior freqüência pacientes com transtorno de ansiedade generalizada manifestando algum problema cardíaco.

As principais queixas nos consultórios médicos são:

  • Falta de ar
  • Palpitações
  • Dores no peito
  • Dormência
  • Formigamento
  • Tremores em alguma parte do corpo

E os especialistas alertam que os sintomas nunca devem ser ignorados, pois o pico de ansiedade aumenta a produção de hormônios como a adrenalina e o cortisol, diminuindo o calibre das artérias o que pode acarretar em um infarto ou AVC (acidente vascular cerebral). Por isso é importante deixar de lado a vergonha social e procurar ajuda quando necessário.

ANSIEDADE E COMIDA (PORQUE A COMIDA É UMA VÁLVULA DE ESCAPE DE ANSIEDADE)

Bom, acredito que todos alguma vez na vida atacaram a geladeira para se livrar de algum sentimento… Pois é, muitas vezes esse ataque a geladeira não é fome, mas sim ansiedade ou uma forma de fuga ou até mesmo tédio.

Nós sabemos que algumas vezes comer alguma guloseima é tudo que precisamos para aliviar a tensão do dia a dia, porém essas atitudes não são as melhores, pois descontar a ansiedade e inseguranças da vida em comida, não irá resolver o seu problema. Você só vai alimentar um ciclo vicioso e vai ter como conseqüência excesso de peso e problemas de saúde.

Mas afinal qual a relação da comida com a ansiedade? As emoções negativas aumentam naturalmente o nível de glicose no organismo.

A glicose é um supressor natural de apetite que gera fome. Acredito que a maioria das pessoas já devoraram uma barra de chocolate ou um pote de sorvete em algum momento que estava triste… Isso é um episódio de alimentação emocional, que nada mais é que usar a comida para aliviar um sentimento ou se sentir melhor em situações de adversidades do dia a dia.

Como Acabar Com a Ansiedade - Alimentação
Como Acabar Com a Ansiedade – Alimentação

E essa atitude tem uma explicação biológica, o açúcar e inúmeros carboidratos são capazes de causar uma sensação boa no seu cérebro e que estimula o bem-estar. O problema é que essa área do cérebro é a mesma envolvida a respostas a drogas como a cocaína. E as drogas viciam e com os doces funciona da mesma maneira. Você irá se sentir bem no primeiro momento, mas depois esse bem estar irá passar.

Abaixo vou compartilhar com vocês algumas dicas para se libertar da fome emocional.

O primeiro passo é diferenciar a fome com a vontade de comer. A fome está relacionada à necessidade biológica do organismo e ela manda sinais que o corpo está sentindo fome, são eles: desconfortos ou até mesmo dores no estômago, sons semelhantes a roncos, fraqueza e dores de cabeça. Já a vontade de comer, ou a fome emocional está associada a aspectos emocionais, e geralmente a vontade de comer se manifesta como um desejo de consumir algum alimento específico. Uma dica interessante é observe a sua mastigação durante a refeição, fique atenta aos seus pensamentos mais comuns na hora de comer. Esse é um momento para enxergar se você está substituindo suas carências afetivas pela comida.

Outra dica importante é saber o que está acontecendo com você, ter o autoconhecimento. Assim quando você se sentir triste ou desanimado tente procurar o que desencadeou esses sentimentos e encontrar soluções para eles, dessa forma você não irá descontar esses sentimentos negativos na comida. Caso você tenha dificuldade em enxergar o que está acontecendo com você procure a ajuda de um profissional.

Pratique alguma atividade física, já foi comprovado que a caminhada ajuda a diminuir o nível de estresse e ansiedade.

E claro ocupe o seu dia, organize uma rotina com as atividades que você deve realizar naquele dia, assim não ficará com tempo ocioso, pois quando não fazemos nada sentimos muita vontade de comer para compensar esse vazio.

E também reconheça as suas conquistas, comemore por cada hábito positivo que conseguiu implantar no seu cotidiano.

ANSIEDADE TEM TRATAMENTO?

Sim, o transtorno de ansiedade generalizada tem tratamento e consiste em uso de medicamentos antidepressivos ou ansiolíticos, sob a orientação médica, e a terapia cognitiva comportamental concomitante ao tratamento médico.

Vale ressaltar que o tratamento farmacológico geralmente precisa ser mantido por seis a doze meses depois do desaparecimento dos sintomas e deve ser descontinuado em doses decrescentes. Agora que você sabe como acabar com a ansiedade com tratamento, vou te passar 7 exercícios para fazer isso naturalmente.

COMO ACABAR COM A ANSIEDADE – 7 EXERCÍCIOS PRÁTICOS

Como vimos a ansiedade é um estado de preocupação excessiva em acontecimentos que ainda não aconteceram e é claro ela pode causar diversos problemas tanto físicos quanto emocionais. Ela não é doença, mas em excesso ela pode se tornar, por isso é muito importante saber como acabar com a ansiedade.

Vou compartilhar com vocês algumas dicas naturais para diminuir a ansiedade:

  • Pratique atividades físicas. Praticar atividades físicas ajuda a lidar com estados de ansiedade, pois eleva a produção de serotonina, substância que aumenta a sensação de prazer.

A caminhada é um ótimo exercício para trabalhar a mente, pois nesse momento você pode prestar atenção em situações do seu dia a dia que desencadearam alguma emoção negativa ou até mesmo o estado de ansiedade.

  • Controle a respiração. Preste atenção na sua respiração. Ao respirar, inspire deixando o abdômen expandir, ou seja, estufar a barriga e não o peito, e depois expire lentamente, expelindo o ar pela boca.
Como Acabar Com A Ansiedade - Respiração
Como Acabar Com A Ansiedade – Respiração
  • Evite pensamentos negativos. Quando surgir algum pensamento negativo, preste atenção nele observe o quão aquele pensamento é real ou é apenas medo ou frustração de determinada situação.
  • Tome um chá. A maioria dos chás possui substâncias que funcionam como sedativos suaves e podem ajudar no controle da ansiedade.
  • Reduza o seu estresse diário. A redução do estresse pode ser feita através de relaxamento, ou meditação.
  • Mantenha o seu foco atencional no presente. Quando a sua mente está focada no momento atual você tem a capacidade de analisar e julgar determinada situação com o foco no momento presente.
  • Tenha um tempo para você. Arrume um tempo para se cuidar e pensar em você.

Mais importante que saber como acabar com a ansiedade, é ter em mente que não podemos prever o que vai acontecer, está fora do nosso alcance algumas coisas, porém o que podemos fazer é viver o presente de forma focada no aqui e o agora e o que depender de nós devemos fazer bem feito.

“Nem os teus piores inimigos podem fazer tanto dano, como os teus próprios pensamentos.”

Psicóloga Simoni Parente.

Conteúdo Relacionado à Como Acabar Com a Ansiedade:

bannerPortal

Gostou de aprender sobre como acabar com ansiedade? Deixe um comentário logo abaixo com a sua opinião sobre o artigo.

Referências

Bernard Rangé TAG e Mindfullnes

DSM IV Manual de classificação de doenças mentais

https://drauziovarella.com.br/letras/a/tag-transtorno-da-ansiedade-generalizada/

http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2012/12/ansiedade-que-atrapalha-o-dia-dia-deve-ser-investigada-por-um-medico.html

https://coracaoalerta.com.br/fique-alerta/ansiedade-especialista-alerta-para-riscos-cardiacos/

http://www.psicologiasdobrasil.com.br/relacao-entre-comida-e-ansiedade/

http://www.minhavida.com.br/bem-estar/materias/4327-15-dicas-para-controlar-a-ansiedade

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha com a imagem abaixo * TimLimite de tentativas alcançadas