6 Benefícios do Óleo de Coco Para a Saúde. (Comprovados Cientificamente)

Você conhece os benefícios do óleo de coco para a saúde? Como consumir? Já ouviu falar do óleo de coco para o cabelo e para pele? Leia este artigo absolutamente completo e tenha todas as suas dúvidas respondidas sobre o assunto.

benefícios do óleo de coco para a saúde

 

Sabe quando você descobre algo incrível e quer compartilhar com seus amigos? Então, a grande sacada que eu revelo nesse artigo é sobre um dos poucos alimentos considerados um “Super Alimento”, o óleo de coco.

Os benefícios do óleo de coco são tantos e podem ser utilizados de tantas formas que podemos chamá-lo de Bom bril, 1001 utilidades. (Nossa essa foi péssima né? rsrs, sou ótimo com piadas! ) Vou mostrar alguns dos maiores benefícios do óleo de coco natural para a saúde, descobertos em estudos confirmados experimentalmente em humanos. Você com certeza vai se surpreender com os benefícios do óleo de coco e com tantas formas de utilizá-lo.

Neste artigo será abordado os benefícios do óleo de coco e como consumi-lo:

1 – Benefícios do Óleo de Coco Para a Saúde

benefícios do óleo de coco

 

óleo de coco contém em sua composição o Ácido Láurico, quando ele é absorvido, é gerada a monolaurina em nosso sangue. Ela é responsável por matar fungos, vírus, parasitas e bactérias, agindo como um forte antibiótico natural.

Para se ter uma ideia. O leite materno que é considerado o melhor alimento para o ser humano em desenvolvimento, contém 19% de ácido láurico. As crianças que mamam da mãe por mais tempo, pegam menos infecções, por causa do ácido láurico.  O óleo de coco contém em sua composição 47%. Nenhum outro alimento existente contém em sua composição essa quantidade de ácido láurico.

2 – Benefícios do Óleo de Coco Para Emagrecer

benefícios do óleo de coco para emagrecer

Agora eu tenho certeza que esse é um dos benefícios do óleo do coco mais surpreendente. Ele é capaz de te ajudar a emagrecer, pois tem um grande potencial termogênico. Ou seja, ele gera calor, aumentando o gasto calórico. Além disso, por ele ser composto por ácidos graxos de cadeia média, ele não é acumulado como gordura no nosso organismo. 

#COMPULSÃO ALIMENTAR

Outro fato impressionante é que ele é o principal alimento que diminui a compulsão alimentar. Nenhum outro alimento é capaz de diminuir a compulsão alimentar como o óleo de coco. A nossa alimentação moderna contém muito óleo poli-insaturado, que são óleos vegetais, ex: óleo de soja, óleo de milho, óleo de girassol. Os mesmos óleos usados para cozinhar na sua casa e que são verdadeiros venenos. Nossa alimentação também contém muitos agressores ambientais, toxinas em geral que acaba gerando stress no organismo e inibindo a função da tireoide.

Basicamente a tireoide é uma glândula que fica logo abaixo do pomo de adão, que se comunica com o cérebro e é responsável pela regulagem do metabolismo e grande influenciadora no controle do apetite. Esse super alimento reativa a tireoide, elava a taxa metabólica em incríveis 48%, porém, se a pessoa é obesa ele pode aumentar o metabolismo em até 65% durante 24 horas. Isso é FENOMENAL. Por isso, um dos principais benefícios do óleo de coco é o emagrecimento.

#ESTUDO

Para se ter uma ideia, foi feito um estudo com pessoas adultas, onde era necessário o consumo de 15 a 30 gramas por dia de óleo de coco natural. O gasto de energia nos participantes aumentou em 5%, totalizando 120 calorias por dia em média e diminuiu a ingestão de colorias em 256 calorias, porém, é claro que esse valor é uma média e pode ser alterado de pessoa para pessoa. Por outro lado, quem não quer esse resultado simplesmente por consumir duas colheres de sopa de desse alimento natural, que praticamente não tem gosto, rsrsr.

3 – Benefícios do Óleo de Coco Para Pele

benefícios do óleo de coco para pele

Os benefícios do óleo de coco são tantos que alguns não tem nada a ver com a alimentação. Estudos mostram que o óleo de coco ao ser passado na pele funciona como um protetor solar que bloqueia até 20% dos raios ultravioleta. Quando esse alimento entra na célula, o metabolismo dele dentro da célula promove a liberação de água, esse processo, gera volume, elasticidade e sustentação para a pele, diminuindo as rugas e dando uma rejuvenescida. Quando o óleo é ingerido, há uma quantidade que fica na célula para ser utilizado como energia e há o que é expelido através da pele, fazendo uma limpeza, limpando os poros da pele e promovendo a regeneração dos tecidos e promovendo um aspecto rejuvenescedor.

4 – Benefícios do Óleo de Coco O Cabelo

Não é difícil encontrar por ai, vídeos que ensinam os benefícios do óleo de coco para a beleza. Ele também pode ser passado no cabelo, e há quem diga que não existe cosmético igual, que de um dia para o outro os resultados são completamente visíveis. Além disso, ele inibe a enzima 5 alfa redutase, que desencadeia a produção do hormônio responsável pelo afinamento dos cabelos e torna completamente visível a careca brilhante do vovô. Ou seja, ele também ajuda contra a calvície quando utilizado da forma correta.

5 – Óleo de Coco e Sensibilidade à Insulina

benefícios do óleo de coco insulina

Como visto anteriormente, esse super alimento é termogênico e reativa a função da tireoide que por si só, estes dois grandes benefícios do óleo de coco já ajudam drasticamente no emagrecimento, ele ainda vem com mais um benefício que realmente me surpreende. Uma das coisas que fazem uma pessoa ter facilidade para o acúmulo de gordura é desenvolver resistência à insulina ou como alguns autores dizem, insensibilidade à esse hormônio.

Eu vou explicar basicamente como isso funciona no seu organismo. A insensibilidade à insulina acontece devido ao consumo frequente de óleos vegetais, de alimentos de alto índice glicêmico e outros fatores. O principal fato é o consumo frequente de alimentos que causam maior aumento de glicose (açúcar) no seu sangue. Bom, se você me segue há algum tempo, já sabe que o alimento que mais causa pico de glicose no sangue é nada mais nada menos que o trigo, independente se é de farinha integral ou não, porém, não vou falar sobre o trigo agora, pois já fiz um vídeo esclarecendo esse assunto.

#ENTENDENDO A INSENSIBILIDADE AO HORMÔNIO

Entenda que toda vez que alguém ingere um carboidrato, ele será “transformado” em glicose no sangue para ser utilizado como energia. E para que essa glicose possa ser utilizada pelo organismo como energia de fato, o pâncreas produz um hormônio chamado insulina. O mesmo é responsável por levar essa (glicose/açúcar/energia) que está boiando no sangue para dentro das células, para que as pessoas tenham energia para se movimentar, falar, bater o coração respirar, fofocar da vizinha, viver e etc.

Se você come um alimento de baixo índice glicêmico, que por sinal, é o indicado. A glicose chega de forma gradativa no sangue, o pâncreas produz o hormônio de forma gradativa também. Então essa insulina, leva a glicose para as células e deixa um pouco de glicose no sangue para manter os níveis de energia estáveis. Tudo certo até aqui?

Esse é o processo natural, o processo saudável e o processo que todos tem que buscar para não engordar e para ter um corpo saudável. Porém, se o alimento é de alto índice glicêmico, o pâncreas produz uma quantidade maior que o necessário dessa substância. É como se o pâncreas agisse assim. “Minha nossa senhora, ele comeu trigo. Corre com essa produção cambada”.

Quando você come o alimento errado, seu pâncreas produz muita insulina, que leva toda glicose do sangue para suas células. Quando suas células enchem de energia e foi produzida muita insulina, esse hormônio precisa ser utilizado, então além de levar energia para as células, ele, juntamente com algumas enzimas estocam essa glicose do seu sangue em forma de gordura.

Como o corpo ficou com pouca glicose no sangue devido a grande produção de insulina, ele fica em um estado chamado de hipoglicemia (baixa quantidade de glicose no sangue, prejudicial ao organismo), pois seu pâncreas está desregulado devido ao alimento errado consumido. Então, o organismo produz outro hormônio, a grelina que é o hormônio da fome. Para que assim você coma, e reajuste os níveis de glicose no sangue.

Porém, você vai lá e come errado de novo. Pico de glicemia, pico de insulina, energia para as células, é glicose demais e horônio demais, então a glicose é revertida em gordura, e o corpo fica sem energia de novo, blá blá blá e isso vira um ciclo infinito, e quando você vai ver, o que era um pneu de bicicleta agora virou um pneu de uma S10 cabine dupla.

“Mas o que isso tem a ver com a insensibilidade a insulina Gustavo? Chega de enrolação, menino!”.

– Calma minha gente.

#INSENSIBILIDADE OU RESISTÊNCIA A INSULINA

O que acontece é que na superfície das nossas células há um receptor de insulina. E quando comemos frequentemente alimentos de alto índice glicêmico ele pode atrofiar. Basicamente o que acontece é o seguinte.

A insulina tenta levar energia para a célula, mas ela já está cheia de energia, então a célula rejeita essa energia. Novamente a insulina vai levar energia para a célula então a célula já está cheia e rejeita energia novamente.É como se esse processo de rejeitar energia se tornasse um vício, e o receptor não passasse a funcionar direito. É a mesma coisa que se você fosse à minha casa todos os dias. E me perguntasse onde é o banheiro.

Dia 1: Gustavo, onde é o Banheiro?

R: Primeira porta a esquerda.

Dia 2: Gustavo, onde é o Banheiro?

R: Primeira porta a esquerda.

Dia 10: Você não pergunta mais nada, simplesmente vai ao banheiro, já sabendo a resposta.

E é exatamente isso que acontece com os receptores de insulina das células. Elas estão frequentemente rejeitando essa energia. É como se essa porta de entrada de energia fosse fechando ao longo do tempo, pois a célula sempre rejeita glicose, devido aos picos de glicose frequentes. E conforme o tempo passa fica mais fácil rejeitar glicose, e fica mais fácil acumular gordura, pois os receptores de insulina das células estão cada vez mais atrofiados. Isso acontece de tal forma, que depois de algum tempo quando você for comer, suas células não vão mais receber energia corretamente e na quantidade correta, porque agora ela só rejeita energia, e o organismo fica com uma grande quantidade de glicose no sangue.

Porém, a glicose em grande quantidade no sangue é tóxica para o nosso organismo, e é por isso que algumas pessoas com diabetes que não controlam a glicemia precisam amputar algumas partes do corpo (triste), então a insulina e as enzimas rapidamente convertem essa glicose que está em alta quantidade no seu sangue em gordura para que você não tenha algo tóxico no seu organismo. Tudo isso, enquanto as suas células estão precisando de energia. E ai você precisa comer MAIS UMA VEZ.

Sim, eu sei, é assustador. Porém, esse é um dos benefícios do óleo de coco, ele é capaz de recuperar a sensibilidade das células à insulina a longo prazo e consumido frequentemente, sendo um excelente alimento para diabéticos e pré-diabéticos. Isso é mais do que incrível né?

benefícios do óleo de coco

6 – Ainda Há Mais Benefícios do Óleo de Coco

#GORDURA SATURADA?

óleo de coco é constituído por quase 90% de gordura saturada. Calma, eu sei que você pode estar pensando que gordura saturada faz mal. Porém, isso não passa de um grande mito que vem sendo disseminado há décadas e que também já foi desvendado há muito tempo. Não vou me aprofundar neste assunto para que este artigo não fique grande. Em breve vou fazer um artigo sobre gorduras para que tudo fique mais claro na sua cabeça.

#RESPAUDO CIENTÍFICO

Mas, para que você se acalme. Saiba que 60% do nosso cérebro é composto por gordura saturada. Todas as células do nosso corpo contém gordura saturada. O nosso coração é envolvido por gordura satura, e quando ele passa por algum stress é da gordura saturada que ele precisa. O principal alimento que o coração pode ter é a gordura saturada. Eu sei que isso pode parecer contra intuitivo, porém, não sou eu quem está afirmando isso, mas sim, vários doutores pelo qual eu busquei essas informações, nesse caso em específico, quem disse isso foi o Dr. Wilson Rondo Jr. , Cirurgião Vascular e Médico nutrólogo. E não só esta parte do conteúdo, mas sim todo o artigo está fundamentado em estudos científicos e por doutores de renome, sinta se a vontade para fazer sua pesquisa também.

#MAIS FATOS

Em algumas regiões do planeta, o coco é um alimento base que vem sendo consumido de geração em geração. Em algumas regiões do pacifico o consumo é muito mais abundante que em outras partes do mundo. E a população onde se predomina o óleo de coco, nas ilhas do pacífico, não predomina nenhum tipo de doença, como a diabetes, aids e inclusive a doença cardíaca devido ao benefícios do óleo de coco que citei anteriormente. 

#TOKELAUQUE?

Os Tokelauanos por exemplo, comem mais de 60% de suas calorias vindas de gordura saturada e do coco e eles são uma população com saúde perfeita sem evidências de  doença cardíaca.

 #VITAMINAS

Além de trazer esses incríveis benefícios do óleo de coco, tenho que te contar que ele ainda vem junto com as vitaminas A, D, E e K que podem melhorar ainda mais a sua saúde. 

#VITAMINA A

A vitamina A é importante para a imunidade, permite a entrada de cálcio no osso e é fundamental para que a tireoide funcione corretamente. 

#VITAMINA D

A vitamina D: Previne câncer, doença cardiovasculares, melhora a entrada de cálcio nos ossos, importante agente imonológico, principal elemento que se usa para a prevenção de gripe suína.

#VITAMINA K

A vitamina K: Age em conjunto com a vitamina D, pois a vitamina k direciona o cálcio para o lugar correto. Mesmo que você consuma cálcio ele pode muito bem ficar nas artérias ao invés de ficar no osso, e essa é uma das funções da vitamina K, direcionar o cálcio para o local correto. 

#VITAMINA E

A vitamina E é uma potente antioxidante e muito ligada a prevenção de doença cardiovascular.

COMO CONSUMIR ÓLEO DE COCO

#O QUE MAIS EU PODERIA DIZER?

Acredito que a melhor forma de você poder acrescentá-lo em sua rotina, é substituindo os óleos vegetais, óleo de soja, óleo de canola e etc, pelo óleo de coco. Isso fará sua saúde e emagrecimento dar um salto de nível.

RESUMO DOS BENEFÍCIOS DO ÓLEO DE COCO

Em fim, como você acabou de ver os benefícios do óleo de coco são enormes. Há outros benefícios que eu não coloquei aqui, como por exemplo: Ele serve de antisséptico bocal, ajudando a matar as bactérias da boca, e na saúde dos dentes entre muitos outros. Mesmo que o óleo de coco, seja o rei da cocada preta. Não acredite que será ele que irá mudar a sua vida da água para o vinho. Acrescentá-lo em sua rotina irá te ajudar muito no processo de emagrecimento, mas, não transformará completamente a sua vida.

Caso você queira, mudar sua vida completamente, eu fiz uma apresentação com algumas sugestões que realmente podem mudar a sua vida por completo. Gostou dos benefícios do óleo de coco? Então conheça essa apresentação que eu fiz. Eu revelo nessa apresentação um segredo que pode fazer você conquistar o corpo que jamais sonhou ser possível! Clique aqui

jejum-intermitente-passo-a-passo

Qual a sua opinião sobre os benefícios do óleo de coco? Deixe um comentário logo abaixo contando se você já consome e com a sua opinião sobre o artigo.

Grande Abraço

Fontes:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *