3 Atitudes de Quem Nunca Irá Emagrecer

Em minha opinião, o que eu vou te contar no artigo de hoje, é o que você mais precisa ouvir e talvez, nunca te contaram.

Talvez para não magoar seus sentimentos.

Algo que eu acho IMPORTANTE, que você saiba. E que você precisa ouvir de mim.

Da minha própria boca.

Pode ser que você goste de ouvir. E também é possível que você não goste, e queira até mesmo parar de receber meus conteúdos.

Independente da sua atitude eu prometo que vou respeitá-la, seja ela qual for.

Te dou esse aviso, pois irei apontar as piores e mais comuns atitudes que impedem as pessoas de emagrecerem, de viverem a saúde plena, de viverem da forma que realmente querem viver e não vou passar a mão na cabeça de ninguém.

Irei dizer a verdade sobre as pessoas que não conseguem emagrecer e não é todo mundo que gosta de ouvir verdades.

Então, quero que saiba que meu único intuito aqui é AJUDAR.

Aviso Importante

SÓ SIGA EM FRENTE COM A LEITURA SE ESTIVER REALMENTE PRONTA PARA SABER A VERDADE!

Você sabia que existem 3 principais atitudes que te fazem ficar acima do peso? E que quanto mais tempo você permanece nessas atitudes mais difícil e mais tempo será necessário para que você consiga emagrecer e atingir o seu peso ideal de forma saudável?

Caso você não se sinta segura para os erros que está cometendo, fique tranquila. Continuarei me esforçando para te ajudar e tenho certeza que um dia conseguirá. Cada pessoa tem o seu tempo na vida e isso é completamente natural.

1ª ATITUDE:  DEVASTADORA DE RESULTADOS! PROCRASTINAÇÃO!

A famosa procrastinação, adiar sempre o que é preciso fazer, o que sabemos que é necessário fazer. Adiar os exercícios físicos, adiar aquele exame médico, adiar a implementação de bons alimentos nas refeições, adiar aquela mudança de hábito, sempre deixando para depois, acabando por se viciar nessa PROCRASTINAÇÃO.

Já ouvi tanta coisa que você não faz ideia, rsrs. Começa assim:

– JANEIRO:

“Esse ano é projeto fitness, é projeto verão e nada vai me impedir de perder esses quilinhos a mais”.

– UMA SEMANA DEPOIS:

“Poxa não deu para começar em, mas segunda eu começo sem falta”.

– FEVEREIO:

“Nossa jajá é carnaval, então depois do carnaval eu vou pegar firme”.

– MARÇO:

“Tanto feriado nesse mês, vou aproveitar para descansar que em abril em pego firme”.

ABRIL:

“Nossa a pascoa está aí, como que eu vou ficar sem os meus chocolates? Não dá para comer direito e aproveitar os meus doces, em maio eu começo de verdade”.

Ai quando a pessoa vai ver já é NATAL, já é ANO NOVO e ela não fez nada pela saúde, nada para emagrecer e depois coloca a culpa no metabolismo, nos remédios, na menopausa sendo que ela não fez nem um esforço mínimo de começar e/ou permanecer em hábitos mais saudáveis.

Você conhece alguém assim? Eu conheço várias.

Pense até mesmo sobre coisas mais simples, mas que ditam grande parte da direção em que cada um irá tomar sobre a sua saúde, como por exemplo, quantas pessoas que recebem o meu conteúdo e quantas realmente leem até o final, ou ainda mais, aplicam as dicas que nós preparamos em cada artigo para ajuda-las.

Você de fato se compromete com isso? Uma atitude simples, que pode cola-la em um outro nível de resultado no emagrecimento.

DICA: Organize-se e anote todas as suas metas e objetivos antes de começar o emagrecimento. Estudos mostram que quando anotamos algum objetivo, temos um aumento significativo sobre as chances de realiza-lo.

Utilizar estratégias planejadas é uma das melhores formas de se manter na linha. Quando começamos algo sem um plano, ficamos desleixados rapidamente e, quando de fazer algo que é preciso para atingir o nosso objetivo passamos a não nos importar tanto, isso se torna um ciclo, que quando você se depara já não está fazendo mais nada pela saúde ou para emagrecer.

2ª ATITUDE: A SOLUÇÃO MILAGROSA.

Uma das atitudes mais comuns em pessoas que não conseguem emagrecer é não entender que esforços são necessários, alguns mais simples e tranquilos alguns mais difíceis, mas sempre se fazem necessário.

Procurar a resposta para os nossos problemas em soluções milagrosas e imediatistas não funcionam, e pior ainda, nos deixam piores do que quando começamos o processo.

A PÍLULA DO EMAGRECIMENTO.

Eu entendo, é muito tentador e esperançoso, acreditar que uma pílula irá resolver nossos problemas.

É cada vez mais comum ver as pessoas procurem as bengalas do emagrecimento, algo para se escorar e acreditar que está funcionando para elas, sendo que no fundo ela já sabe e sente que além destas soluções milagrosas não trazerem o resultado necessário, as deixam cada vez mais doentes, sejam estas, as pílulas ou shakes “emagrecedores” ou até aquele alimento emagrecedor queimador de gordura que não existe e nem nunca existiu, que irá fazê-la perder 15kg em duas semanas.

Sibutramina faz mal - Efeitos colaterais

Procurar resolver os problemas dessa forma, é como varrer a sujeira para de baixo do tapete. Aparentemente a casa está limpa e organizada, mas pouco tempo depois, a casa está mais suja do que já foi antes, pois além da nova sujeira se acumular a guardada em baixo do tapete foi saindo aos poucos, piorando a situação.

O mesmo acontece com a saúde, quanto mais soluções milagrosas buscamos para nossas vidas maior será o estrago quando a sujeira sair de baixo do tapete, seja na forma de depressão, diabetes, sobrepeso, obesidade ou pressão alta.

Por pior que seja aceitar este fato, não há como uma pílula resolver nossos problemas.

Você irá gastar uma fortuna consumindo essa pílula, mas este dinheiro não foi investido em construir seu conhecimento. Esse dinheiro foi investido em uma esperança já perdida. Pois você pode comprar a pílula e ter um resultado de curto prazo, mas eu posso afirmar com certeza que você voltará a ter problemas com o peso e principalmente de saúde.

Consumir uma pílula, não constrói hábitos.

Consumir uma pílula, não prepara sua mente.

Consumir uma pílula, não irá nutrir o seu corpo.

Consumir uma pílula, não é a solução.

Quando digo pílula, quero dizer qualquer coisa que seja colocada como uma única solução milagrosa.

O que existe de verdade é o conjunto dos fatores que nos fazem andar em direção a saúde, que nos fazem progredir de forma natural e saudável, sem que seja preciso viver, ou melhor, sobreviver de 2 pílulas de manhã e 2 de noite, ou apenas de sucos ou chás, sem poder saborear uma comida de verdade, uma comida que além de saborosa te faz mais saudável a cada dia.

Existe sim, aqueles alimentos que em conjunto irão nos ajudar no emagrecimento, que inclusive podem acelerar o processo. Mas não pense que comer um talo de gengibre por dia, um dos melhores alimentos que você pode ter em sua casa, irá resolver os seus problemas.

“Você não sabe o que há dentro das pílulas, e elas são perigosas: podem causar derrames e ataques cardíacos”, diz Danny Lee-Frost, chefe de operações da Agência Reguladora de Produtos de Medicina e Cuidados com a Saúde (MHRA).

Existem dezenas de milhares de estudos que mostram os malefícios das pílulas para emagrecer, sendo que em grande parte delas o consumo constante pode até mesmo levar à morte.

DICA: Procure aceitar os fatos, assim como a verdade sobre si mesma.

A cura milagrosa não é uma opção, pois não existe. Caso esteja com algum problema interno, reflita e assuma para si mesma, tirará um peso enorme de suas costas e facilitará infinitamente a sua cura. O processo pode ser rápido ou lento, só depende de você, o importante é que você irá chegar lá.

3ª ATITUDE: TERCEIRIZAR A CULPA.

Acredito que essa atitude seja uma das atitudes mais comum entre as pessoas que não conseguem emagrecer, ou pelo menos, não se esforçam verdadeiramente para isso.

Encontrar desculpas é muito mais fácil do que assumirmos os nossos próprios erros e atitudes que nos impediram de evoluir.

Custa menos ao nosso amor-próprio caluniar a sorte, do que acusar a nossa má conduta. ” Marquês de Maricá.

Ou seja, a culpa nunca é nossa, sempre é do metabolismo lento, da diabetes, da tireoide, da idade, do anticoncepcional, do stress do casamento, do marido que não ajuda ou dos filhos que tomam muito tempo, da faculdade ou da menopausa.

No entanto, não assumirmos a culpa pelas atitudes que tomamos, não nos priva do sentimento de culpa, do sentimento de fracasso e solidão, que a cada desculpa, cresce dentro de nós e, que aos poucos nos rouba completamente a autoconfiança.

Aquela falta de confiança em si mesmo, que gera um sentimento de medo tão forte, que passamos a acreditar que nunca somos bons o suficiente. Que nunca conseguiremos chegar lá, que isso ou que aquilo não é para nós.

Aquele medo de não ser bom o suficiente para o marido ou esposa, não ser bom o suficiente para os filhos, não ser bom o suficiente para um novo emprego, não ser bom o suficiente para os pais, não ser bom o suficiente para os amigos, não ser bom o suficiente para tentar algo novo, não ser bom o suficiente para persistir, não ser bom o suficiente para persistir em objetivos que realmente valham a pena, não ser bom o suficiente para atingir objetivos, não ser bom o suficiente para emagrecer.

Isso se torna um ciclo vicioso, que rouba nossa energia, nossa força de vontade, a nossa autoconfiança e a nossa autoestima, e tudo o que almejamos ou desejamos em nossas vidas se torna mais uma vez em nossa mente, algo impossível de atingir, algo que não somos bons o suficiente para realizar.

E a forma mais simples de quebrar esse ciclo vicioso de baixa autoestima e baixa confiança é assumirmos os nossos próprios erros em relação a qualquer área da vida que seja. Essa é das formas mais eficazes para se evoluir com sabedoria e precisão, pois aos poucos passamos a nos amar verdadeiramente mais uma vez.

DICA 2: Tire a culpa das suas costas e ame a si mesmo antes de tudo.

Talvez você esteja com uma grande culpa nas costas, pois você mesma está atribuindo isso a você. Para que fique mais claro de entender, não é necessário que exista um culpado. Mas sim um responsável.

Troque a palavra CULPA, por RESPONSABILIDADE.

“A culpa de eu estar acima do peso, pode ser da indústria alimentícia, farmacêutica e da mídia, mas a RESPONSABILIDADE de me manter saudável é minha”.

Entende como assim ficou mais claro?

Não queremos encontrar culpados nesse momento, queremos resolver o problema.

Depois de tirar a culpa das costas, ame a si mesma antes de tudo.

“Aprender a se colocar em primeiro lugar não é egoísmo, nem orgulho. É amor próprio. “ Charles Chaplin.

4ª ATITUDE (EXTRA): ACREDITAR EM CONHECIMENTOS DEFASADOS.

Essa é uma atitude muito comum, que também dificulta extremamente a perda de peso, no entanto grande parte da parcela de culpa não é sua, mas sim das indústrias de “manipulação de pessoas”.

Fico triste por saber o tanto que as mídias, e as indústrias, como a farmacêutica ou a alimentícia se esforçam e investem para vender seus produtos, de forma a “trapacear” nós consumidores.

Estas utilizam de seu poder financeiro e midiático para convencer as pessoas de que seus produtos fazem bem à saúde, que são a solução para os problemas da população, de forma milagrosa, sendo que na verdade a maioria desses produtos industrializados são os principais causadores de doenças, tanto físicas quanto mentais.

Ouvimos durante a maior parte da nossa vida consciente por exemplo, que pão integral é bom para a saúde e que nos ajudará a emagrecer, no entanto, o Dr. Willian Daves, mostra que uma única fatia de pão integral equivale a 2 colheres de sopa de açúcar puro.

Ouvimos também por exemplo, que comer a cada 3 horas é a melhor forma para se perder peso e eliminar os quilos a mais. Sendo que na verdade essa é uma estratégia extremamente falha quando observada a fundo, pois na maioria das vezes acaba fazendo o indivíduo engordar ao invés de emagrecer.

comer de 3 em 3 horas

Imagine que se a cada 3 horas você comer, que é o tempo médio que o corpo leva para digerir completamente um alimento, não sobra tempo para que o seu corpo utilize as suas reservas de gordura como fonte de energia e, assim, você não queima sua gordura acumulada nunca.

Você vicia o seu corpo e a sua mente nesse ciclo de comilança e acaba com as suas chances de emagrecer antes mesmo de começar.

Outro ponto que deve ser extinto da sua vida, é acreditar em sugestões de amigas ou pessoas que não apresentam embasamento científico sobre o que é correto ou não, que na verdade aconselham as pessoas coisas que podem muitas vezes prejudicar a saúde em vez de ajudar.

Quantas vezes já não chegarem alunas a mim, seguindo “receitas milagrosas” para emagrecer que pegaram de uma amiga, que pegou de outra amiga, e depois de algum tempo não se sentiram bem, passando a apresentar inúmeros efeitos colaterais, agravando problemas sérios de saúde, por causa de crenças sem sentido.

É extremamente importante procurar um profissional competente e coerente para te ajudar. Cada indivíduo é único e seu quadro de saúde pode haver especificações que as impedem de seguir certos hábitos ou precisa de acompanhamento durante o processo de emagrecimento.

Sair por aí reduzindo a quantidade de comida, comendo feito um passarinho, pegando receitinhas de amigas, sem um planejamento correto é um fator muito comum em quem permanece acima do peso. Isso pode complicar muito a saúde de quem o faz, além de dificultar ainda mais o emagrecimento.

DICA: Estude! Utilize o senso crítico ao fazer escolhas sobre saúde.

É muito importante procurarmos sempre evoluir, seja em qualquer área da vida. Tratando-se de saúde então, todos nós deveríamos ter um conhecimento mínimo para poder argumentar e debater sobre o que é certo e errado em relação à alimentação, a medicamentos, a exercícios físicos e afins, uma vez que se trata da coisa mais importante que temos em nossa vida, nossa saúde.

Você já viu o quanto tem de pessoas que fazem uso de “alimentos queimadores de gordura”, “pilulazinhas emagrecedoras” ou “receitinhas especiais” e continuam acima do peso, com problemas de saúde? Te garanto que não são poucas.

Quero te passar o princípio do SENSO CRÍTICO nessa última dica.

Sempre que te for passado algum novo hábito, algum novo alimento, algum novo exercício ou qualquer outra coisa que envolva a sua saúde, ESTUDE. Procure pelos menos 3 ou 4 fontes de pesquisas diferentes falando sobre o assunto, leia livros sobre o assunto.

Não saia fazendo tudo o que falam por aí, sem saber o que tais hábitos podem ocasionar para sua vida. Essa é uma maneira muito eficaz de sempre melhorar o seu senso crítico. Aos poucos você vai aperfeiçoando seus conhecimentos e, quando uma informação chegar aos seus ouvidos você terá muito mais embasamento para saber se aquilo realmente faz sentido, se vale a pena ou se é para você.

Espero que compreenda que a minha intenção te passando esse conteúdo é te alertar a possíveis atitudes que talvez você cometa, que está te impedindo de emagrecer, sem mesmo que você perceba.

Com isso, quero ir um pouco mais além, te mostrando quais são as duas formas que você pode enxergar esse conteúdo, caso ele se encaixe para você. Quais são as duas maneiras que você pode encarar essa verdade, caso alguma delas se encaixe realmente em como você está levando a sua vida.

1º POSICIONAMENTO!

Você pode achar que esse conteúdo não é para você, quando ele poderia de fato ser para você.

Uma coisa muito comum que acontece com pessoas que se privam de enxergar a verdade sobre si mesmo, é ignorar a situação ou até mesmo ficar irritada quando se depara com uma verdade muito chocante, ainda mais quando se trata da própria saúde, acabam fugindo do problema que ela sabe que tem.

Com a decisão de ignorar o problema, o indivíduo permanece da mesma forma, continua com as dores, com os sintomas e os problemas de saúde ao invés de procurar um caminho que dê certo para resolver o problema.

Ficar nesse estado de saúde é extremamente perigoso e pode trazer problemas ainda mais sérios de saúde. Estes são alguns dados sobre as pessoas que ignoram a própria saúde e persistem em não enxergar o problema ou pelo menos, não fazem nada a respeito.

RISCOS DE PERMANECER DA FORMA QUE ESTÁ HOJE!

Quando você ignora os avisos passa a ter as chances extremamente aumentada dos filhos também adquirem o sobrepeso e a obesidade e seus possíveis problemas derivados, como inflamação crônica do organismo, doenças autoimunes, doenças degenerativas entre dezenas de outros problemas. Comprovado também em estudo realizado pela Universidade Estadual de São Paulo (UNESP), umas das mais respeitadas do país.

De acordo com o estudo publicado na Revista de Saúde Pública, (RSP), as chances de adquirir diabetes são aumentadas em até 60,3 e 70,6% para homens e mulheres respectivamente, quando em excesso de peso corporal.

Tratamentos para diabetes tipos 2

De acordo com centenas de estudos, como por exemplo, o publicado na PubMed Central, uma das revistas de conhecimento médico e de saúde mais respeitada no mundo, há um aumento chocante sobre os riscos de doenças cardiovasculares em relação ao aumento de peso, sendo que quanto maior o tamanho da cintura maior será as chances de doenças do coração, chegando a um aumento de até 36,5%.

De forma muito específica também já é concluído que quanto maior a gordura corporal e abdominal maior são os níveis de triglicérides, de glicemia, da pressão arterial, chances de diversos tipos de doenças degenerativos e autoimunes como o diabetes e inclusive uma redução de diversos componentes que mantem a nossa saúde, como o HDL (Lipoproteína de Alta Densidade) entre outros, sendo estes avaliados e constatados nos estudos publicados pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e Revista Paulista de Pediatria, também disponíveis em plataformas de nome como a PubMed Central ou a Scielo artigos acadêmicos.

2º POSICIONAMENTO

Já a segunda forma de enxergar a verdade, é ver que é possível melhorar.

O que quero dizer é que investir em MUDAR DE VIDA tem um CUSTO, mas se manter do jeito que está hoje, tem um custo maior ainda, alguns custos são esses que mencionei acima.

Se você está incomodada com seu corpo ou saúde, significa que algo te machuca, certo? Isso quer dizer que, mesmo que você adie a decisão de mudar de vida agora. Essa dor ainda continuará incomodando você, até o momento que você resolva o problema, ou até que seja tarde demais e você não tenha a opção de escolher.

Ou seja, você será obrigada a tomar essa decisão por motivos que não serão de sua vontade própria.

Seja por não aguentar mais piadas de amigas, seja por causa do marido, por não caber mais em roupas que gosta ou até mesmo por uma doença.

Nós já temos coisas demais que estão fora do nosso controle, não faça com que a sua saúde e autoestima seja mais uma delas.

Assuma essa responsabilidade de MUDAR DE VIDA esse ano.

Não sei se você está nesse grupo de pessoas, mas tenho recebido e-mails, comentários e mensagens de pessoas que já decidiram mudar de vida que estão prontas para colocarem a mão na massa, mas não sabem por onde começar, e gostariam de ter um método passo a passo para seguir.

Para essas pessoas, eu indico um planejamento mais abrangente que trabalhe o emagrecimento de uma forma completa, que seja simples de aplicar ao mesmo tempo que traga resultados concretos. E é exatamente o que abordarei em meu próximo contato.

Para o conteúdo de hoje não ficar maior do que já está, quero te avisar que no meu próximo contato, irei te entregar uma técnica extremamente poderosa para impulsionar os resultados no emagrecimento.

Você vai aprender a técnica de “Prever o Futuro”, uma das técnicas que a Viviane (Aluna) utilizou para perder 21kg.

Dentre todos os problemas que vimos hoje, qual é o motivo principal pelo qual você quer emagrecer?

FONTES DE PESQUISA

https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/29859/S0104-42302008000400019.pdf?sequence=1&isAllowed=y

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4544418/

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4943782/

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4182983/

https://www.researchgate.net/profile/Fernanda_De_Carvalho_Vidigal/publication/245831473_Indice_de_massa_corporal_e_circunferencia_abdominal_associacao_com_fatores_de_risco_cardiovascular/links/00b4953bac7112e82b000000/Indice-de-massa-corporal-e-circunferencia-abdominal-associacao-com-fatores-de-risco-cardiovascular.pdf

https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/saude/pilulas-para-emagrecer-podem-levar-a-morte,b7e6594d20936410VgnVCM3000009af154d0RCRD.html

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha com a imagem abaixo * TimLimite de tentativas alcançadas